Terceiro Dezembro

E-mail Imprimir PDF
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

Dezembro novamente, o terceiro aqui no Lobas. Tantas coisas a dizer e no entanto o silencio é uma névoa densa.

Prada, Chanel, 'it girls", viagens, shopping, enfeites, luzes, os Papai Noéis desbotados das ruas, tudo me parece tão distante. Quanto cruel pode ser a lucidez?

Estava esperando uma inspiração para este ultimo post e ela veio hoje em forma de expiração, em forma de lágrima. E então me dou conta que tenho que falar para tantas Lobas(os) que neste ano, perderam alguém, ou um sonho, pois é disto que é feita a vida, na maioria do tempo. Escrevo com o coração e sem pudor, pois o que mais quero ser é ser eu mesma, inteira e sem máscara.

Já odiei o Natal, já me reconciliei com ele, já quis que Dezembro tivesse só 20 dias. Já tentei organizar uma lista de presentes, pensar na ceia, mas tudo que me ocorre é que não quero fugir das dores, das frustrações, dos medos, e principalmente dos lindos momentos de intensa felicidade que tive e foram muitos. Pois é quase certo que nos deixemos levar pelo "frenesi" de Dezembro e conscientemente deixemos de lado tudo que nos faz refletir, ou tudo que dói dentro de nós. Tão mais fácil viver o jogo do contente! Ah.. Pollyannas do Facebook!

Não perdi nem perderei minha fé, nem deixo de acordar com um novo sonho a cada manhã, mas não perceber o caos nosso de cada dia seria cegar não os olhos, mas o coração. E assim vivenciando meus lutos, posso entender melhor os seus e talvez acalentar e apaziguar um pouco a sua e a minha dor!

Perdão, Lobas amadas, se esperavam um post esfuziante, a foto do look de Revellion ou uma lista de resoluções bombásticas de Ano Novo. Sorry, nenhuma fórmula mágica; nem para ser feliz, nem para emagrecer. Para as duas coisas é preciso muito trabalho árduo.

Tenho sim uma dica: olhe para dentro de voce. Avalie seu caminho até aqui. Descarte o excesso de "peso". Chore pela suas perdas, sejam elas quais forem. E depois, saia para a vida novamente. Uma força que voce desconhece tomará conta do resto!

........

"Um provérbio indiano afirma que uma pessoa só possui verdadeiramente aquilo que não pode perder em um naufrágio.Essa reflexão nos leva a imaginar quais são as coisas que jamais poderemos  perder, por mais que naufraguemos.
Algumas respostas possiveis!


-A vontade de viver e de fazer planos.
-A confiança de que,exceto a morte, qualquer dificuldade pode ser superada.
-O amor que sentimos por alguém.
-O riso que muitos assuntos ditos "sérios" causam em nós.
-O respeito que sentimos por nós mesmos.
- A aventura de desconhecermos o que nos espera a cada novo dia.
-A segurança de que todo fim é um novo começo."

......

Namastê

Fim de 2012!

 

Em memoria: de Irene Pichirilo Andretta , Juliana Campos de Carvalho e para os que se foram este ano.

 

 

 

comentários (8)add comment

taina comentou:

smilies/smiley.gif Vc escreve maravilhosamente bem...impressionante!!!!!
Amei! Lindo!!!!
Um feliz Natal e um ano novo com muitas alegrias!
bjos
17/12/2012

Lucas comentou:

Fatima, até para falar de perdas sua poesia transparece nas entrelinhas.
Perder faz parte de um processo longo, onde o final sempre é de saldo positivo, porque assim nos fortalecemos para a rela vida.
que sua lucides pemaneça em 2013 e sua poesia floresça
belo texto
abraço
17/12/2012

Nívea Célia Bonadio Coelho comentou:

Amiga....como é bom alguém entender nossa alma,vc consegue desnudar-se e ao mesmo tempo nos desnuda....isso é muito bom pois eu anualmente quero dormir e acordar no ano novo sem ter que passar pelas "festas" mas como???? Aí me invento e reinvento e passo a acreditar que é só mais um detalhe onde nada é "detalhe". Em um ano tudo é maravilhoso temos a família reunida e tds bem,no outro tem aquela "pedrona" no sapato e nada fica bem,e assim vamos vivendo "só por hoje" mas com o desejo de que tudo seja diferente......que a distancia nada signifique,que encontaremos pessoas verdadeiras em nossas vidas(e as encontramos) masaíiiiiiiiiiiiiii paramos e nos confrontamos com nosso verdadeiro eu tão questionador que chega a nos atordoar,mas que nos desvenda a alma......paramos e depois de muito "brigar" com nossos vários eus compreendemos que o que realmente importa é ser único, verdadeiro( e aqui quem não gostar....) e olhar p/ esse mundão tão complexo e nos sentirmos parte integrante e pertencente a ele e caminhar fazendo de cada dia um motivo p/ continuar.......Amiga que vc continue a desvendar entranhas expor e escancarar nossos mais escondidos sentimentos.Desejo um final de ano com amor e mais 365 dias de desafios e que tenhamos a capacidade de passar por eles com sabedoria e sensatez.um abço bem apertado daqueles que nos sufocam e um bjo bem gostoso,com carinho de sua amiga Nívea
17/12/2012

Simone comentou:

Fantastico, pois multidões de Pollyanas facebokianas nos faz repensar tudo!
Adorei.
17/12/2012

Mayla comentou:

Que lindo texto maezinha, amei!!!
Essa manha também me inspirei ou expirei com a sua noticia... se é que coisas tão tragicas podem nos inspirar... mas acho que sim!!!
Minha "inspiração" foi simples: Não deixar nada para amanha.. Nem para o ano que vem... rsrsr!!!! Viver intensamente o presente !!

Lov U!
17/12/2012

Fabiana Esbaile comentou:

Somos e temos o exato momento de vida, mais nada...
smilies/wink.gif
Um abraço bem apertado minha querida!
18/12/2012

Juliana comentou:

Lindo Fá!adorei!! tb ja odiei o Natal, esse ano com gostinho especial voltei a ama-lo, esse ano tem cheiro de bebe! smilies/wink.gif
Feliz Natal e um Maravilhoso 2013!!
bjs
29/12/2012

Giana comentou:

Feliz Ano Novo e um lindooooooooo 2013!!!!!
05/01/2013

Escreva seu comentário
menor | maior

busy

Os mais lidos

  • Mulheres impactantes
    Final de semana passado fui a São Paulo e assisti o espetáculo Evita. Na volta parei para um ca...
  • Viciada em lingerie
    Sou viciada em lingerie. Escolher a lingerie, faz tão parte de meu dia como faz parte tomar t...
  • Top 10 Portugal
       Top 10 Portugal Como prometido um resumo dos lugares mais bacanas da minha passagem ...
  • Avental sujo de ovo
    Quando penso em minha mãe, me vem a letra da música, que as freiras do Colégio São José onde...
  • Á margem de nós
    Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e ...
  • Unhas, desisto, ser loira não desisto nunca!
    Voces lembram que eu coloquei unhas postiças? Pois é, fiquei exatamente uma semana com elas. ...
  • Look da balada
    O friozinho deu uma trégua, e a noite de ontém na Fatto, casa bárbara, idealizada com esmero p...

Últimos comentários

Você está aqui: Comportamento Terceiro Dezembro