Festas e Férias...oba!!!!

E-mail Imprimir PDF

Queridas amigas Lobas....e porque não Loucas....

Quando iniciei Lobas&Loucas, de imediato me veio este título na cabeça. Comecei a escrever e não cogitei nem um outro titulo, logo de cara me apaixonei, e todas sabem , sou movida á paixões. Só não imaginava que o blog seria tão bem aceito. Estou surpresa e feliz ao ver quantas Lobas ressurgiram de seus esconderijos junto comigo!
Outro fato curioso foi que recebi vários e-mails de mulheres de todas as idades dizendo-se assumidamente Loucas, o que eu achei fantástico, e resolve um monte de coisas, já que a capa de Super Heroína nos pesa demais, e vamos combinar, quem quer ser a SUPER TUDO sempre. Como disse minha amiga Figa, eu quero mais é ser imperfeita, ou traduzindo, LOUCA!

Então minhas lindas Lobasloucas, este é meu ultimo post do ano, porque consegui que meu Dezembro só tenha mesmo 20 dias...uhuhh!

Leia mais...

Retrospectiva... da felicidade!

E-mail Imprimir PDF

O ano esta acabando, e é natural fazermos uma retrospectiva do que passou, mesmo que inconsciente. Todas as midias nos entopem com o " reviver " das tragédias do ano, e quando nos damos conta estamos contaminados e infelizes ao ver a humanidade cada dia mais triste.
Todos nós temos momentos, seja de felicidade , seja de tristeza, afinal , isto é VIVER.
Então, em minha retrospectiva pessoal de fim de ano, quero deixar a vocês imagens do que foi para mim um dos mais felizes momentos, não só do ano, mas de uma vida inteira ao lado deste meu eterno amor, minha filha!

Convido todas, a vasculharem o bauzinho aí dentro de voces, e resgatarem todos os momentos incriveis do ano, aqueles que ficaram gravados na retina e no coração. Isto trará uma onda de energia linda, aí é só espalhar, tente, vai ser muito bom!

Leia mais...

Olha lá, debaixo da mesa!

E-mail Imprimir PDF

Bem, 13 de Dezembro, e nem é sexta-feira, mas sabe aquele dia que parece noite?
Esta é uma brincadeira que uso quando o dia parece emperrado, quando as coisas não andam e me sinto como se estivesse arrastando correntes! Calor aqui na minha terrinha de 34 graus, todo mundo descabelado, nem um tubo de Prime inteiro segura a mais cara das maquiagens e os pés coitadinhos, todos horríveis, com os calcanhares rachando, porque só queremos ficar descalças ou usar rasteirinhas que  acabam com nossos pés.
Eu tinha planejado escrever os 100 mandamentos para virar o ano linda e cheia de energia, aquelas originalidades do tipo coma 7 romãs com 8 lentilhas, use na virada do ano uma  calcinha nova e azul porque vai trazer mais saúde, enfie a cara numa bacia de gelo e cante Babalu de cabeça para baixo.

Claro que vou voltar ao tema mais á frente, e contar em detalhes como eu já virei um ano vestindo 3 calcinhas, uma vermelha, uma amarela e uma branca, na duvida amiga, fui com as três; Deus me livre virar o ano sem PAZ, sem DINHEIRO e o pior sem PAIXÃO. No entanto a correria de não sei para que para chegar não sei onde, bloqueou minhas ideias.

Leia mais...

Odeio o Natal!

E-mail Imprimir PDF

A principio o titulo deste post pode parecer radical.
Paro um instante, respiro, reflito, e resolvo que não posso mudar nada, tenho um compromisso comigo: escrever a minha verdade.
Hoje, acordei com uma bela ressaca, pois tivemos o jantar de Natal da nossa confraria, as 7 Lobas, todas únicas, com todas as diferenças, mas absolutamente iguais quando assumimos a importância da cumplicidade. Como o jantar foi numa cobertura, vendo a cidade lá de cima toda iluminada, o burburinho da correria que antecede a data, e a alegria contagiante das Lobas, por um segundo quase desisti de odiar o Natal. Porém, a obrigação de ter que montar hoje cedo a árvore, porque segundo a tradição que trago da infância, monta-se a árvore no dia 8 de Dezembro, dia de Nossa Senhora, e desmonta-se no dia 06 de Janeiro, dia dos Reis Magos, me fez lembrar que eu ainda comemoro o Natal, apenas para agradar minha pequena família e os meus dois amores, meu marido e minha filha.

Leia mais...

Xiii verão...e agora???

E-mail Imprimir PDF

É verão!
Hoje a academia estava lotada.
Com um calor insuportável destes, não tem jeito. Mais dia, menos dia, e nós vamos ter que encarar aquele biquíni "selvagem". E nem é mais aquele fio-dental-cortininha-lacinho, que eu, como todas já sabem, me despedi aos prantos. Acredite, vai pintar uma praia, uma piscininha ou um fundinho de quintal, e você terá que enfrentar o tal biquíni.
A não ser que você seja aquela sortuda, que tem uma amiga que mora no Canadá, e te convidou para passar as férias com ela. Ai que sonho, poder passar o verão inteiro de casaco.
E também não adianta mentir dizendo que você adora ficar em casa lendo debaixo do ar condicionado, quando o mundo esta curtindo a maior praia. O negocio e arregaçar as mangas e suar a peruca!

Leia mais...

A louca atrás do piano

E-mail Imprimir PDF

   Subtítulo: Matando as inimigas!

  Tive na vida, a influencia forte de algumas mulheres. Aqui vou contar a historia de uma delas, mas antes tenho que falar da minha mãe, brevemente, porque a figura da minha mãe, merecerá muitas paginas.
Tudo começou quando eu tinha 12 anos e fui parar no banco do piano desta grande mulher, minha professora de piano. Meu pai havia chegado em casa eufórico dizendo para minha mãe;_Nega, fiz uma besteira! E minha mãe, olhou para os lindos olhos azuis dele e respondeu com desdém : Ah! que novidade?
 Semanas depois chegou na minha casa um enorme piano, que nem passava na porta. Resumo, lá fui eu aprender a tocar.

Minha professora foi e ainda é, uma mulher linda, altiva, cultissima e rica. Ela aprendeu piano com Eudoxia de Barros, grande concertista brasileira. Casou-se com um cientista maluco, uma sumidade que nunca soube ganhar dinheiro, e quando chegou a estação das vacas magras, ela começou a dar aulas para ajudar no orçamento domestico.
Nem preciso dizer que ela odiava cozinhar e todo o resto. Ela me dizia, no intervalo entre uma sonata e outra: não importa quanto dinheiro você tem, o que importa é a cultura que você adquire,  principalmente se você não nasceu em berço de ouro, e por favor não me fale car-deneta, referindo-se a cadernetinha que ela anotava as lições. E mais, fazer parte da massa, qualquer um faz, o difícil é não fazer parte dela.

A Rosinha, era uma destas mulheres que as outras querem matar quando encontram, sabe o tipo, que entra numa sala e todo mundo pára para olhar???

Leia mais...

Página 43 de 44

Os mais lidos

  • Mulheres impactantes
    Final de semana passado fui a São Paulo e assisti o espetáculo Evita. Na volta parei para um ca...
  • Viciada em lingerie
    Sou viciada em lingerie. Escolher a lingerie, faz tão parte de meu dia como faz parte tomar t...
  • Top 10 Portugal
       Top 10 Portugal Como prometido um resumo dos lugares mais bacanas da minha passagem ...
  • Avental sujo de ovo
    Quando penso em minha mãe, me vem a letra da música, que as freiras do Colégio São José onde...
  • Á margem de nós
    Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e ...
  • Unhas, desisto, ser loira não desisto nunca!
    Voces lembram que eu coloquei unhas postiças? Pois é, fiquei exatamente uma semana com elas. ...
  • Look da balada
    O friozinho deu uma trégua, e a noite de ontém na Fatto, casa bárbara, idealizada com esmero p...

Últimos comentários